domingo, 20 de maio de 2007

Ah, agora sim... Gostei de ver!!!

"Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para prover nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo fazendo sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia. "Pra caralho", por exemplo. Qual expressão traduz melhor a idéia de muita quantidade do que "Pra caralho"? "Pra caralho" tende ao infinito, é quase uma expressão matemática. A Via-Láctea tem estrelas pra caralho, o Sol é quente pra caralho, o universo é antigo pra caralho, eu gosto de cerveja pra caralho, entende?
No gênero do "Pra caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "Nem fodendo!". O "Não, não e não!" e tampouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, absolutamente não!" o substituem. O "Nem fodendo" é irretorquível, e liquida o assunto. Te libera, com a consciência tranqüila, para outras atividades de maior interesse em sua vida. Aquele filho pentelho de 17 anos te atormenta pedindo o carro pra ir surfar no litoral? Não perca tempo nem paciência. Solte logo um definitivo "Marquinhos, presta atenção, filho querido, NEM FODENDO!". O impertinente se manca na hora e vai pro Shopping se encontrar com a turma numa boa e você fecha os olhos e volta a curtir o CD do Lupicínio.
Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"? O "foda-se!" aumenta minha auto-estima, me torna uma pessoa melhor. Reorganiza as coisas.Me liberta. "Não quer sair comigo? Então foda-se!". "Vai querer decidir essa merda sozinho(a) mesmo? Então foda-se!". O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição Federal. Liberdade, igualdade, fraternidade. E...foda-se!"
Texto retirado do Blog O Alvo, da Thaissa Costa, Amiga Orkutiana e Blogueira.

Tá vendo? Expressa mais do que perfeitamente essa minha liberdade no vocabulário! rsrsrs
As pessoas as vezes estranham, mas diz aí o texto está ou não certo?
Quando eu digo "Não tô afim" ninguém aceita de cara... Mas se eu digo "Nem fodendo..." geral se cala.
Qualquer coisa que eu acrescente ao texto será redundante, Thaissa ja disse tudo, e eu fui lá, ctrl+c e aqui ctrl+v e "tamo junto"!
Ah e foda-se!
É como eu sempre digo, meu cú com fritas e viva a liberdade de expressão.

Ler um texto desses antes de atualizar o blog me deu até mais alegria...
bj

Um comentário:

Thaissa Costa disse...

Hehehehe! Que bom que gostou.
Tô te blogando então e fica assim, a gente vai se clicando. Coisa altamente dos tempos atuais. Antes da era virtual diríamos que nos falaríamos, talvez por tel, mas agora a gente se clica. Beijo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...